Roteiro de 4 dias pela Grécia Clássica

Roteiro de 4 dias pela Grécia Clássica

Se você tiver quatro dias disponíveis e quer alugar um carropercorrer os lugares mais impactantes da Antiga Grécia, não perca o nosso roteiro.

Este roteiro de quatro dias percorre os principais lugares perto de Atenas. Para fazer esse roteiro por conta própria, você vai precisar alugar um carro e ter vontade de dirigir durante quase 1.400 quilômetros. Embora não seja imprescindível, também é muito recomendado contar com um GPS, já que as estradas não são bem sinalizadas quanto deveriam.

Você deve levar em conta que, dependendo da época do ano, a maior parte dos pontos turísticos fecha às 15:00 horas, por isso é recomendado seguir os horários.

Para se hospedar, você terá que reservar uma noite em Olímpia, outra em Delfos e outra em Kalambaka. No nosso buscador, você vai encontrar os melhores preços.

Primeiro dia: Atenas - Corinto - Epidauro - Micenas - Olímpia

No primeiro dia sairemos de Atenas por volta das 8:30 horas para poder chegar no Canal de Corinto ao redor das 10 da manhã.

Chegar a Corinto é muito simples, você só tem que sair de Atenas pela autoestrada A75 em direção norte e verá o desvio a Corinto rapidamente. Depois de percorrer uns 70 quilômetros, você chegará ao canal. O melhor ponto para parar para vê-lo está bem indicado e coincide com a saída para Loutraki.

Depois de visitar o canal, seguiremos a mesma estrada até chegar à Antiga Corinto (Ancient Corinth), onde você poderá visitar as antigas ruínas.

Pegando a autoestrada em direção a Atenas, você verá o desvio a Epidauro em poucos minutos. Você levará pouco mais de uma hora para chegar ao Antigo Teatro de Epidauro (Ancient Thetre of Epidaurus). Este lugar é um dos mais fascinantes da Grécia e ainda serve como cenário durante o Festival de Verão de Atenas.

Depois de conhecer a zona, pegaremos a estrada rumo a Micenas. Para chegar, você tem que ir em direção a Nauplia (Nafplio) e desviar à direita uns quilômetros antes de chegar. A sinalização indica Mykines. O tempo de trajeto é de aproximadamente 90 minutos. Em Micenas, você não pode perder a Acrópole, as tumbas reais e a Porta dos Leões.

As visitas turísticas já acabaram por hoje e o único que resta é o longo trajeto até Olímpia. Apesar de ser apenas de uns 160 quilômetros, o normal é demorar umas 3 horas em percorrê-los.

Para ir de Micenas até Olímpia, você deve pegar a autoestrada R65 em direção a Tripoli e pegar a saída para “Ancient Olimpia”. Esta estrada é montanhosa e lenta, mas também é bastante bonita. Na metade do caminho você pode parar em Levidi ou Lagkadia, os dois povoados de montanha mais bonitos do percurso.

Especialmente na baixa temporada, em Olímpia há pouco a fazer. Aproveite para relaxar jantando e tomando algo.

Segundo dia: Olímpia – Delfos

Especialmente no inverno, recomendamos acordar cedo para não ter que dirigir à noite, já que, como você poderá ter percebido no dia anterior, as estradas são muito ruins.

Nesta época do ano, o normal seria sair da cidade por volta das 12:00 horas. Antes dessa hora, você terá que visitar as ruínas, onde está o primeiro estádio olímpico e o Museu Arqueológico de Olímpia. O Museu dos Antigos Jogos Olímpicos também é muito interessante.

Para ir de Olímpia até Delfos o caminho está claro: você deve sair em direção a Pyrgos e pegar a autoestrada na direção Patras-Atenas. Ao chegar a Patras e atravessar a cidade, você verá a Ponte Herilaos Trikoupis, a ponte suspensa mais longa do mundo. Depois de atravessá-la, pegue a estrada em direção a Nafpaktos, que te levará a Delfos.

Neste trajeto há dois pontos em que vale a pena parar para descansar: o Castelo de Nafpaktos, de onde se tem as melhores vistas da costa, e Galaxidi, curioso povoado costeiro onde podemos destacar sua igreja e seu pequeno porto.

A poucos quilômetros está Delfos, um lugar mais animado que Olímpia. Se quando você chegar ainda tiver luz, não deixe passar a oportunidade de tomar algo em um dos bares com terraço panorâmico.

Terceiro dia: Delfos – Monastério Osiou Louka – Metéora

De novo você terá que madrugar para poder fazer todas as visitas e chegar a Metéora ainda com luz para poder ter uma primeira vista. Depois de visitar as ruínas e o Museu Arqueológico de Delfos, você deve sair da cidade em direção a Atenas.

A primeira parada, a menos de 10 minutos, é Arachova, um bonito povoado de montanha com vistas ainda melhores que as de Delfos. Durante o inverno é um dos destinos de esqui mais populares do país.

Continuando pela mesma estrada, em poucos minutos você verá o desvio para o Mosteiro de Osiou Louka. Esta visita tomará mais de uma hora e vale muito a pena. Além de ver os fantásticos afrescos e mosaicos, você pode aproveitar para comprar produtos elaborados no local, onde se destacam os azeites e o mel.

Voltando pelo mesmo caminho até a estrada principal, você deve continuar em direção a Atenas/Levadia. Chegando a Levadia, você terá que pegar o desvio para Lamia. Antes de chegar a Lamia, você verá bares dos dois lados da estrada e, como ainda restam duas horas de viagem, pode ser uma boa ideia parar para tomar um café e descansar.

Para ir de Lamia a Metéora, você tem que seguir as indicações a Karditsa, Trikala e finalmente Kalambaka. Ao chegar a Kalambaka, você pode começar a subir em direção a Metéora. A rota cênica por todos os monastérios é fácil de seguir e absolutamente imprescindível.

Kalambaka é maior e mais animada que o resto dos lugares da rota, por isso você encontrará restaurantes, lojas e bares abertos até mais tarde que em Olímpia e Delfos.

Quarto dia: Metéora – Atenas

De manhã você terá que fazer de novo a rota por Metéora para visitar os mosteiros. Dependendo da época do ano e do dia da semana, você poderá entrar em uns ou outros. Nos hotéis você encontrará informação sobre quais estão abertos.

Depois das visitas, você pode começar o caminho de retorno. Assim como no dia anterior. Primeiro você deve ir a Lamia, passando por Trikala e Karditsa, e depois pegar a autoestrada R75 em direção a Atenas.

Perto de Lamia estão as Termópilas, o lugar onde Leônidas enfrentou milhares de persas com um exército de apenas 300 homens. A saída está muito bem indicada e no lugar da batalha há uma estátua de Leônidas.

Seguindo pela E75, você chegará a Atenas em duas horas.